17 março 2017

How to Get Away with Murder


Genteeeee, o que é essa série?
É viciante demais.
O nome da série já diz tudo, a tradução ao pé da letra é mais ou menos: "Como se livrar de um assassinato".
A série é sobre "Direito", uma professora dá aulas sobre como livrar acusados de assassinatos e faz competições entre os alunos que serão escolhidos para estagiar no escritório dela.
Várias coisas vão acontecendo, inclusive mortes e outros crimes, o que torna a série MUITO emocionante, porque você tem que ir adivinhando quem fez cada coisa.
Super recomendo demais.
Existem 3 temporadas, terminei a segunda, como assisto pela NETFLIX, lá ainda não tem a 3ª. Mas tou contando as horas pra chegar.
A personagem principal acabou de ganhar o OSCAR, Viola Davis, nessa série ela interpreta Annalise, mas ganhou o Oscar de melhor atriz coadjuvante, por sua personagem em Fences (no Brasil Um limite entre nós).


Outra coisa dessa série é os look's, um ARRASO. Tudo muito chique, bem coisa de advogado né? que só anda formal e no salto. Um LUXO.
Particularmente eu gosto dos look's da personagem Michaela:







Dos Look's masculinos o que mais eu gosto é do personagem Frank





A Annalise também tem lindos look's:




Então é isso, vocês assistem essa série? Gostam?
Beijos de luz.


03 janeiro 2017

Do Loiro ao Ruivo

  Olá meus amores,


  Eu sou muito camaleoa, tou sempre querendo mudar o visual do meu cabelo, uma pena que isso estraga pra caramba.


  No final de 2014 eu estava loira assim:



  Depois eu cortei e ficou assim:



  E resolvi mudar radicalmente para o ruivo e ficou mais ou menos desse jeito:



  Pra isso eu cheguei no salão e pedi um ruivo Marina Ruy Barbosa, não pedi nada a cabeleireira, qual tinta ela tava usando, qual cor, nada, nadinha. Não sei o que passou na minha cabeça, afinal se eu quisesse manter a cor como eu ia fazer, já que tava mudando de cidade. Eu amei o ruivo, meu noivo também, as pessoas gostaram no geral. Mas não mantive :'(

  Achei que dava mais trabalho que o loiro e comecei a voltar pro loiro de novo, fiz luzes, fui voltando aos poucos. Em julho de 2015 eu fui no salão onde tinha colocado o ruivo e disse que queria votar a ser loira:

Na foto da pra perceber que ficaram vários reflexos vermelhos, 3 meses depois ele ficou assim, não fui mais em cabeleireiro desde que tinha pintado.:

Não satisfeita com estrago que meu cabelo ficou, rsrsrs, quando voltei  a cidade que meus pais moram, fui num cabeleireiro que confio e disse que queria ficar loiríssima e assim ele fez:

  Eu amei demais o resultado, e cá entre nós ficou mesmo um arraso!
  Só que nessas férias aí teve muita praia, muito sol e pouco cuidado, as pontas que já tinham passado por uma forte descoloração não estavam aguentando. Então eu cortei:


  Ficou legal também, mas tou sentindo falta do tamanho até hoje. E depois de muito pensar, voltei pra "ruivisse", só que fiz segredo pro meu noivo, pintei dois dias antes de viajar pra encontrá-lo.
  Como as pontas ainda estavam mais clara que o resto do cabelo, tive que fazer luzes antes e só depois pintar e o tom das pontas foi mais escuro, já que iria despbotar mais rápido por conta do loiro, ficou bom, eu botei fé na minha cabeleireira, a Jéssica, vou chegar a cor que quero :)
Nessa foto da pra perceber bem que as pontas estão mais escuras.
  Depois de algumas lavagens as pontas clarearam um pouco e ficou mais parecido todo o cabelo.
  Estava me mudando de novo, mas dessa vez não vou fazer a mesma besteira, quero manter o ruivo, e como ela me prometeu que antes de eu ir embora ia me dar todas as informações que preciso pra manter minha cor. A única coisa que não consigo achar em canto nenhum é um tonalizante da cor que ela recomendou pra não desbotar tanto durante o mês. Mas estamos na luta :)
 Atualmente estou pintando em casa mesmo, compro a tinta profissional na cor que eu quero, o 7.4 da majirel, mudei a marca da tinta apenas uma vez e não gostei do resultado, ficou saindo por muitos e muitos banhos aquela água alaranjada, a marca é Clairol, mas eu não recomendo de forma alguma, não segurou bem o tom.
  A última vez que pintei, foi com essa tinta, e ficou assim:

  Além dessa última vez que pintei tem as fotos do pré-wedding que foram feitas já ruiva e com a majirel 7.4.
Foi um processo de mais de 2 anos, mas acho que cheguei onde queria.
  O que vocês acharam?
  Já passaram por uma luta dessas pra ter a cor que queria?

02 janeiro 2017

Pré-wedding

Olá amores,

Esse ano é o ano do meu casamento o/
Faltam apenas 3 meses e 20 dias.
Sim, estou contando.
Tanta coisa pra resolver e ainda tenho que a defesa do meu mestrado pra fazer em outro Estado.
Eu e meu noivo estamos juntos há 3 anos, 6 meses e alguns dias, rsrs.
Por incrível que pareça nos conhecemos pelo Facebook, ele de Serra Talhada morando em Recife, e eu de Recife morando em Serra Talhada, marcamos um encontro, saímos pra jantar e desde então estamos juntos.
Tou contando isso pra vocês entenderem o porque de fazer o nosso pré-wedding em duas cidades diferentes.
Vou mostrar algumas das fotos, que estão em baixa resolução pra poder ficar mais leve de carregar aqui.
A minha fotógrafa foi Thais Lima, ela fez também o ensaio de quando completamos 1 ano de namoro, ta lá no site dela. Pra quem é de Recife e região eu super recomendo, ela é um amor. :*
Aqui vão as fotos:
As primeiras são na cidade de Serra Talhada - PE








 A partir daqui são em Recife:









O que vocês acharam do meu pré-wedding?


01 janeiro 2017

Microblading, eu fiz!

Microblading é um técnica pra desenhar a sobrancelha fio-a-fio, com um espécie de bisturi que apresenta microlâminas, dando assim um aspecto mais realista aos fios.
Decidi fazer porque minha sobrancelhas são muito tortas e isso tava me incomodando MUITO, queria dá uma melhorada.
Eu fiz quando ainda estava morendo em Botucatu-SP, com Chris Bacchi, custou 400 reais, com direito a um retorno, para se necessário realizar retoques, 60 dias depois.
Eu pesquisei bastante e acompanhei vários trabalhos dela antes de decidir fazer, afinal é uma coisa que vai ficar por no mínimo um ano no seu rosto e sobrancelha é tudo gente. :D
Quando eu decidi fazer, ela me fez várias perguntas, de alergia, doenças, tatuagens, para ver se eu poderia realmente fazer. Me passou uma pomada pra comprar e passar 1hr antes de começar o procedimento e depois me passou uma pomada pra aplicar após o procedimento por 10 dias seguidos (essa parte só fiz por dois dias, porque comecei a achar que a pomada tava deixando cinza a Microblading), a escolha da cor foi feita na hora.
E não vou mentir, dói demais.
O procedimento durou um pouco mais de 1 hora, o momento que mais aliviou foi quando ela passou uma anestesia em pomada mais forte que a que passei em casa. Mas após o procedimento não dói nada, foi super tranquilo, é só seguir todas recomendações.
Por 48 h eu não pude lavar o rosto, nem os cabelo, pra não correr o risco de molhar a sobrancelha.
Eu voltei para fazer o retoque 45 dias depois, eu tava de mudança, tinha dado tudo certo na primeira etapa e não podia sair sem o retoque, e 45 dias é o período mínimo que se pode fazer algum tipo de procedimento com Microblading novamente.
Vou colocar algumas imagens do antes, durante e depois.
O Antes

O Local

A Anestesia de 1 hora antes



O Durante
O Antes e Depois










Hoje estou muito feliz com o resultado, ficou natural e melhorou muito os defeitos que eu não gostava. :D


06 setembro 2016

Escolhendo minha câmera...

Olá amores,

hoje vou relatar pra vocês como fiz a escolha da minha câmera,
Antes de me mudar para fazer mestrado aqui em Botucatu - SP eu tinha a câmera da minha mãe pra tudo, uma "compacta", que de compacta não tem nada, da Cannon, muuuuito boa. Mas era dela e eu não podia trazer, trouxe apenas uma vez para tirar foto do meu experimento, precisava de fotos de qualidade.
Como eu não tava precisando pra nada, tinha parado com o blog, não tava me fazendo falta, o celular quebrava um baita galho.
Troquei de celular, como já contei em outro post pra vocês, voltei com o blog e aí sim uma boa câmera tava me fazendo falta.
Eu queria uma profissional ou semi-profissional, comecei minha longa pesquisa, o melhor jeito era comprar uma usada, ficaria mais barato e iria me ajudar para o que preciso.
Depois de muita e muita pesquisa eu descobri as mirroless, não são nada novas, mas eu não conhecia.
As câmeras mirroless (do inglês, sem espelho) são câmeras compactas que apresentam lentes intercambiáveis. Como o nome já sugere, não possui a presença de espelhos em sua parte mecânica. Chamadas também de híbridas, com corpo compacto e recursos de DSLR.
 A mirroless então é perfeita pra mim, com qualidade de profissional e tamanho de uma compacta. Olha que maravilha. Queria Cannon ou Nikon, mas essas marcas não cresceram nesse segmento e estão perdendo espaço para outras marcas. Comecei a pesquisar, mas tudo muito caro, acima dos 3 mil. Deu aquele desanimo. Até que finalmente achei uma que tinha saído de linha, da Sony, mas que tinham usadas sendo vendidas num preço super camarada. 950 pilas, com lente 18-55mm f 3.5-5.6. Tudo bem que queria uma abertura maior, mas dá pra quebrar meu galho.
Comprei no mercado livre, o cara foi super legal, tirou o juros, eu pude dividir, e não paguei frete. Chegou rápido e super boa a câmera, usada, mas boa.

Seguem as fotos dela e uma foto que tirei com ela de teste.







Agora quem sabe eu começo a fazer vídeos? :D
 renata massa